PAZ e BEM, bem-vindo a Igreja São Francisco

21/04/2019 - Domingo da Páscoa

Paz e Bem!

Feliz Páscoa a você, meu irmão e irmã!

Não é nada simples, em nosso tempo atual, ter uma Páscoa feliz, tempo de desencanto com os grandes ideais, de valores, de vazio de sentido da vida. Parece ser um mundo com cara de Sexta-Feira Santa, de enterro de ilusões, onde cada um tenta aproveitar apenas o momento presente porque não se vê claro um horizonte de maiores esperanças.

Sabemos que a palavra “páscoa” significa “passagem”. A vida de Jesus foi uma páscoa. Em Jesus, Deus se faz homem para passar — para fazer sua Páscoa — nesta terra. A Ressurreição de Jesus que celebramos é um convite para vivermos a mesma Páscoa de Jesus, ou seja, que nossas vidas sejam uma passagem por este mundo para semear o bem, para cultivar o bem, para fazer frutificar o bem semeando vida.

O convite para fazer esta Páscoa, esta nova passagem, começa por levantar nossos olhos de nossos celulares, tablets e celulares para enxergar na Ressurreição de Jesus uma luz bem mais forte e bem mais intensa, repleta de vida nova.

Votos de uma Feliz Páscoa a você, meu irmão e irmã, que juntos partilhamos a mesma alegria da Ressurreição do Senhor.

Abraço fraterno, Frei Gunther!


Por que estais procurando entre os mortos aquele que está vivo?

 

"Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor!"

A Igreja São Francisco das Chagas, agora completamente restaurada, foi reinaulgurada em cerimônia presidida por Dom Wilson. Veja a galeria de fotos.

Relembre as etapas da restauração:

1) Assinatura do convênio

2) Conclusão da primeira etapa;

3) Conclusão da segunda etapa;

4) Reabertura 2015.

DEUS SEJA LOUVADO!

 

Família - Lugar de Perdão!

Sem perdão a família adoece. O perdão é a assepsia da alma, a faxina da mente e a alforria do coração. Quem não perdoa não tem paz na alma nem comunhão com Deus. A mágoa é um veneno que intoxica e mata. Guardar mágoa no coração é um gesto autodestrutivo. É autofagia. Quem não perdoa adoece física , emocional e espiritualmente. É por isso que a família precisa ser lugar de vida e não de morte; território de cura e não de adoecimento; palco de perdão e não de culpa. O perdão traz alegria onde a mágoa produziu tristeza; cura, onde a mágoa causou doença."